Páginas

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Recuperação!

Olá meus amigos queridos!
Já fiz a cirurgia do tornozelo na segunda. Não foi fácil sabe, pois tive crise de pânico, muita falta de ar e parecia que não iria dar conta, mas com meu Pai do céu aguentei firme. O anestesista também foi um anjo e me deu muita ajuda.
Meu marido e meu filho ficaram me dando forças. Dói muito e tive que colocar pino e uma placa, o médico disse que meu osso tá fraco, não sei se é efeito da quimio, radio, o que sei que até morfina tive que tomar para aguentar a dor.
Estou imobilizada com tala e não posso por o pé no chão por muito tempo ainda.
Tento ficar calma e pensar que isso vai ter fim e que vou retomar minha vida com sonhos, alegrias e esperanças.
Agradeço as orações e o carinho que tem para comigo. Ainda não consigo ficar muito tempo na net por conta de dor, mas logo estarei de volta visitando os blogs das minhas amigas tão queridas.
Desejo à todos vocês um Feliz 2011 cheio de saúde e muita paz.
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssss

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Natal!


Daqui a dois dias é Natal, tempo de reunir a família, de pensar no que fizemos ao longo desse ano e principalmente não esquecermos do aniversariante, pois através Dele a salvação entrou no mundo.
Olha meus amigos esse meu Natal será de muita introspecção, paciência e aceitação. Vou fazer a cirurgia dia 27 de Dezembro e peço a orações de vocês porque depois ainda terei uns 2 meses sem poder colocar o pé no chão.
É a vida com todas as suas surpresas boas ou ruins! Temos a opção de aceitar ou não, confesso à vocês que tem horas que fico em paz e aceito tudo, mas tem horas que me dá desespero e medo, aí eu converso com Deus e peço que Ele me ajude e dê força e assim vou vivendo, esperando que dias melhores virão.
Agradeço por todas as orações, força e apoio que todos vocês me deram desde que criei esse blog, tem sido muito bom.
Feliz Natal para todos vocês meus amigos queridos! Vocês são muito especiais para mim! Um abraço!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Fratura da tíbia

Olá amigos do blog! Infelizmente as notícias não são tão boas. Ontem eu caí e fraturei a tíbia, fratura exposta.
Na hora que caí foi horrível, a dor foi tanta que desmaiei. Terei que fazer cirurgia para colocar pinos.
E eu que pensei que esse ano já tinha acontecido tudo de inusitado.... estou muito triste, sem poder andar e com gesso, pois inchou muito e não pode fazer cirurgia assim. Por conta também do ca que tive tenho que fazer alguns exames para operar, então deve ser daqui uma semana.
Eu estava com a casa cheia de visitas, parentes de meu marido que ele não via há muitos anos e aí acontece isso.
Tá difícil de manter a calma, pois ficar quieta, deitada não é meu forte, mais uma oportunidade de eu conquistar a famosa paciência.
Tenho orado muito e me apegado com Deus para que ele me ajude a passar mais essa.
Graças à Deus tenho meu marido e meu filho que fazem de tudo até banho me dão.
Estou tomando remédios fortes para dor que não é brincadeira.
Então peço a todos que orem por mim e me desculpem se deixar de fazer as visitas nos blogs, quando der eu passo por aqui. Um feliz Natal a todos com muita paz e luz e que Jesus ilumine suas vidas.
Obrigada por todas as mensagens deixadas aqui e pela força que me deram nesse ano de 2010.
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Está chegando.....


Está chegando o Natal, data tão importante para os cristãos e que também acaba contagiando os nãos cristãos.
Gosto muito do Natal, do espírito de bondade que toma conta das pessoas, pena que passa tão rápido e as pessoas esquecem o verdadeiro sentido disso tudo: o amor.
Através do nascimento de Jesus, Nosso Pai Celestial nos dá uma prova de amor, Ágape, amor perfeito e total.
Tenho o hábito de reunir a família, fazer a ceia, oração e não poderia deixar de falar da missa de Natal, linda, com uma liturgia toda especial.
Quando chega dezembro monto minha árvore de natal, coloco a guirlanda na porta. Confesso que esse ano estava um pouco desanimada e demorei um pouco a preparar esses enfeites, mas acabei criando coragem.
Quando eu era pequena meu pai fazia a árvore com cordas, tingia, fazia a árvore toda e era linda, cheia de bolas coloridas, mas o que eu mais gostava era de ver o pisca-pisca a noite quando reuníamos a família, sentava no colo de meu pai e ficava apreciando aquela beleza de luzes e cores que ele tinha feito com tanto carinho.
Até hoje quando ligo o pisca-pisca da minha árvore choro de saudades, afinal éramos seis e agora estamos em quatro.
Nem sempre tive uma noite de natal feliz, muitas vezes meu pai ia trabalhar e minha mãe ficava conosco, também em muitos natais não ganhamos presentes, mas o mais importante eu tive, o amor, o carinho de meus pais.
O Natal nos passa uma mensagem muito forte de família, união e paz, tão esquecida em nossos dias.
Nesse ano quase não saí para as compras natalinas, tenho tido muita fadiga, minhas pernas andam com formigamento e dor, então estou respeitando os sinais de meu corpo, essa semana devo ir ao shopping, mas sem stress só para ver os enfeites e comprar o que der.
Quero deixar aqui minhas preces pela minha amiga de todas as horas: Cláudia querida, pois amanhã fará uma cirurgia, vá com fé em Deus, tudo vai dar certo você é uma guerreira! Logo você vai estar boa e fazer as imitações que tanto nos diverte! Gosto muito de você viu?
Deixo aqui também um abraço a todas minhas amigas do blog, gente boa que sempre me dá força!
Que o espírito do Natal possa tocar nos corações de toda humanidade mostrando ao mundo que a fraternidade é possível!
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssss

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Marcadores Tumorais


Marcadores tumorais são substâncias que podem ser encontradas em quantidades acima do normal no sangue, urina e tecidos do corpo de alguns pacientes com certos tipos de câncer. Um marcador tumoral pode ser produzido pelo próprio tumor ou pelo corpo, em resposta à presença do câncer. Testes para marcadores tumorais podem ser realizados junto com outros testes ou exames de imagem para detectar alguns tipos de câncer.
Os médicos utilizam os marcadores tumorais para auxiliá-los nos seguintes casos:

Rastreamento do câncer

Se uma pessoa apresenta alto risco de desenvolver um câncer, o médico pedirá testes de alguns marcadores tumorais para rastrear o câncer, isto é, para verificar se há algum indício de que o câncer seja desenvolvido. Nestes casos, os marcadores tumorais agem como um alerta e o médico poderá saber se outros exames são necessários e quais exames deverão ser feitos. Os marcadores tumorais podem ajudar o médico a detectar o câncer em um estágio inicial, quando as chances de cura são bem maiores.

Diagnóstico do câncer

Não é comum o médico pedir teste de marcador tumoral para diagnosticar o câncer. A biópsia é ainda o exame mais utilizado para o diagnóstico do câncer. Por outro lado, o nível do marcador tumoral na época do diagnóstico pode ajudar o médico a prever a evolução provável do câncer. Esta informação que o marcador tumoral fornece é importante para que o médico possa definir com maior precisão a melhor forma de tratamento a ser adotada.

Monitorizar o tratamento do câncer

Basicamente esse é o uso mais comum que se faz dos marcadores tumorais. Os marcadores tumorais são regularmente dosados durante o tratamento com o objetivo de avaliar se o mesmo está funcionando e se está sendo ou não adequado. Quando um tratamento está sendo monitorizado, dizemos que se trata de um exame seriado. O médico compara esses resultados com o nível do marcador tumoral no início do tratamento. Se o câncer estiver respondendo ao tratamento, os níveis do marcador tumoral quase sempre diminuem. Se os níveis aumentam, isso pode indicar que o tratamento precisa ser modificado.

Detectar o reaparecimento do câncer

Um outro uso comum dos marcadores tumorais é para a detecção do reaparecimento do câncer. Exames de seguimento realizados regularmente podem ajudar o médico a detectar um possível retorno do câncer antes do mesmo aparecer no exame físico ou em outros tipos de exames, como: raio X, tomografia computadorizada, ressonância magnética. Quanto mais rapidamente a recorrência for detectada, mais fácil e eficaz será seu tratamento.

Fonte: Oncoguia

Olá amigos, achei importante postar sobre os marcadores tumorais, pois eles são mais uma ferramenta na qual os oncologista utilizam para monitorar o tratamento de quem já teve ou tem câncer.
Para alguns tipos de câncer há um marcador específico e é coletado através de sangue ou urina.
Há o ca 15-3, ca 27,29, cea, HER2/neu que são específicos para o controle de ca de mama.
Há também o PSA para câncer de próstata, CEA, ENE para câncer de pulmão e muitos outros.
O que vale lembrar é que se temos mais esse instrumento na luta contra o câncer não custa usar não é?
Eu acredito que a utilização dos marcadores seja protocolo, mas na dúvida conversem com o oncologista.
O que não podemos esquecer é que não se pode confiar apenas nos marcadores tumorais, é preciso combinar seus resultados com os exames de imagem, ressonância etc... para ter uma visão melhor da doença.
Por hoje é isso, espero que tenham gostado dessas informações.
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Dezembro


É pessoal, estamos em dezembro! Hoje dia primeiro, dia de combate a AIDS.
O ano passou rápido, todo mundo fala isso, mas é que parece que não vivemos 365 dias. Mas confesso à vocês que para mim teve períodos que parecem terem sido uma eternidade. Não sei se vocês já pararam para pensar que quando a gente está bem fazendo o que gosta o tempo parece voar, mas quando estamos mal, doentes ou vivendo uma situação ruim o tempo não passa.
Quantas vezes fui dormir e tive insônia e a noite não passou, já quando estamos cansados e dormimos a noite toda ao acordarmos dá a impressão que a noite passou voando.rs... Vá saber?
A questão do tempo gera muitas discussões, inclusive como ocupamos nosso tempo.
O tempo é algo abstrato, muitas das civilizações encontraram um modo para contá-lo ou registrá-lo isso dá uma sensação de controle ao ser humano.
Sabemos que ele tem poder para amenizar algumas feridas, mágoas, como se ele ajudasse a ir caindo sobre os acontecimentos uma névoa de esquecimento, ajeitando as coisas dentro do coração da gente e também ensinando a viver, ensinando que há tempo para chorar, há tempo para rir, há tempo para plantar e tempo para colher o que foi plantado.
Confesso a vocês que estou vivendo um tempo de aceitar, aceitar o que aconteceu, o que foi vivido e deixou marcas, aceitar as mudanças e limitações.
Dezembro chegou e com ele também muitas reflexões desse ano que vivi, um ano cheio de emoções, medos e aprendizados. Um ano bem diferente, pois nunca fiquei afastada de meu trabalho, da vida corrida, de tanta introspecção.
Mas como o tempo é sábio e ele provém de Deus, tudo isso com certeza servirá para o meu crescimento espiritual, para eu ser mais paciente e confiar inteiramente no Pai.
Tenho tido ainda alguns sintomas da radio e minha mama ainda não voltou ao normal, sei também que é questão de tempo. Em janeiro faço a ressonância para ver como está tudo aqui dentro.
Então vamos seguindo com fé para esse último mês do ano, fazendo preces que 2011 seja bem melhor para todos nós!
Agradeço de coração as mensagens que todos vocês tão carinhosamente deixam aqui, elas me dão força.
Obrigada amigos! Um abraço e fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssss

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Acolher


Amigos, depois de dias sem escrever estou aqui de volta. Andei sem vontade de blogar. Em alguns dias até entrei na net para dar uma passada pelos blogs de minhas amigas tão queridas, mas hoje cá estou.
Hoje minha postagem é para uma pessoa na qual gosto muito, que me acompanha desde que nasci.
Infelizmente essa doença não escolhe ninguém não é? E essa minha companheira está com suspeita de estar com ela. Na hora que ela me contou fiquei mal mesmo, nem sabia o que falar, tudo passou pela minha cabeça e tudo que minha família já passou por conta disso, parece um fantasma nos rondando, coisa horrível de sentir.
Fico pensando como a vida se transforma de um minuto para o outro como a música do Toquinho nos fala " e o futuro é uma astronave que tentamos pilotar, não tem tempo, nem piedade, nem tem hora de chegar. Sem pedir licença muda a nossa vida e nos convida a rir ou chorar".
O ênfase é o que fazer depois que se descobre que se está doente com um câncer, eu passei por isso e confesso que até hoje não me acostumei com tantas mudanças e com o fantasma da recindiva.
Vou pedir à Deus que não seja esse diagnóstico, que minha amiga tenha saúde e muita vida pela frente.
Sempre estarei de mãos estendidas para acolher, abraçar, ouvir, pois sei o quanto isso é importante nesses momentos.
Então o que nos resta é orar e pedir à Deus muita força e paz espiritual.
Conto com todos vocês nessa corrente de pensamento positivo para que ela fique bem.
" O amigo ama em todo tempo, é um irmão no dia da desventura".
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssssss

sábado, 13 de novembro de 2010

Caminhar


Olá meus amigos do blog! Muitas saudades de todos vocês.
Estive ausente, pois não estava bem. Estou tentando viver, retomar a vida normal, mas não tem sido fácil.
Comecei a tomar o Tamoxifeno há um mês e tive alguns sintomas como insônia, taquicardia, muita ansiedade. Parece que estou na tpm. Sei que ele mexe com meus hormônios, então é uma avalanche de sensações.
Não voltei a trabalhar ainda, pois entrei com um pedido de readaptação e isso demora. Eu pensei muito antes de decidir se iria voltar para sala de aula ou não, mas depois vi que seria impossível voltar aquela minha vida de stress e preocupação. Enfrentar uma sala com 36, 40 alunos, não daria mais. Tem a questão do braço, por conta dos movimentos repetitivos na lousa e tem o lado emocional que para mim pesa.
Quem é professor sabe do que estou falando, hoje em dia encontramos de tudo em uma sala de aula, falta de valores, famílias desestruturadas, crianças que não tem apoio nenhum em casa, drogas etc... e nós professores querendo ou não temos que ser um pouco de tudo, pais, psicólogas, terapeutas.... vivemos a vida de nossos alunos, sofremos com eles.
Eu sempre me envolvi muito com minhas crianças, com sua fome, com sua dor, com seu abandono, com suas alegrias também, querendo solucionar seus problemas a qualquer custo.
Hoje já não dou mais conta disso, minha saúde já não é a mesma e por isso resolvi pedir a readaptação para trabalhar em outra área na escola que não seja em sala de aula.
Não quero parar de trabalhar, mas o stress que eu vivia sem dúvida não dá mais.
Mas como tudo na rede pública demora eu estou esperando que me chamem no Departamento de perícias médicas em São Paulo para que me avaliem e me concedam a readaptação e enquanto isso tenho que esperar.
Como sou muito ansiosa tem dias que fico muito irritada com toda essa burocracia. A todo momento temos que provar que tivemos câncer, que fizemos cirurgia, quimio e etc....
Fora quando encontro alguém que me diz que não tenho motivos para ficar nervosa, chateada, pois tudo já acabou e que tenho que esquecer que tive isso. Olha melhor nem responder, sabe sou humana e não robô.
Minha mama não me deixa esquecer, não só pelo visual, mas pelo incômodo que sinto nela, arde, coça e ainda dói.
Então essa semana dei uma caída sim, fiquei apática, com vontade de ficar deitada, sem falar, me dei esse direito e resolvi que só vou falar das minhas dúvidas e medos com quem realmente quer me ouvir e me entende. Nada de receitinhas prontas ou frases feitas. Tem horas que a gente precisa de colo não é?
Mas eu estou caminhando, caio e levanto e vou assim até me encontrar de novo ou aceitar essa nova Cristina, bem diferente da anterior.
Desculpe me amigos, mas esse blog serve também para que eu coloque para fora o que me aflige a alma e me faz sentir melhor, pois acho que não estou sozinha não é? Vocês já devem ter passado por isso de alguma forma.
Vou ficando por aqui e lembrando que hoje faz anos que meu querido pai partiu dessa vida, que Deus o acolha em sua infinita bondade. Muita saudades!!!!
Obrigada pelas mensagens deixadas aqui e por terem a paciência de ler o que escrevo, principalmente nesses dias de escuridão.
Um abraço! Fiquem com Deus!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Caminhada contra o Câncer de mama


Caminhada contra o câncer de mama deve mobilizar cerca de 4 mil pessoas
A intenção é alertar as mulheres de São José dos Campos para a importância de fazer mamografia e não faltar ao exame.
No próximo domingo (7) será promovido, em São José dos Campos (SP), a caminhada contra o câncer de mama. A previsão é de que cerca de 4 mil pessoas participem do evento, que tem por objetivo alertar as mulheres da cidade para a importância de fazer mamografia e não faltar ao exame marcado.
De acordo com informações da prefeitura, a caminhada, de 4 Km, que tem patrocínio e apoio de várias empresas, faz parte das ações do movimento Pense Rosa, lançado em São José dos Campos pelo Fundo Social de Solidariedade em 5 de agosto e coordenado pela entidade Orientavida. É uma campanha que tem por meta conscientizar as mulheres do mundo inteiro sobre a importância da mamografia na prevenção do câncer de mama.
Segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional de Câncer (Inca), foram estimados para este ano cerca de 49.240 novos casos de câncer de mama no Brasil - 15.080 só no estado de São Paulo.
São José dos Campos registrou no ano passado 766 internações de mulheres por neoplasias malignas - sendo 183 por câncer de mama (23% do total).
Ainda de acordo com informações da prefeitura, em 2009 ocorreram na cidade 194 mortes de mulheres por neoplasias malignas - 37 causados por câncer de mama (19% do total).

Fonte: Isaude.net

Olá amigos do blog, eu não poderia deixar de postar aqui esse evento tão importante na prevenção do câncer de mama que será realizado em min ha cidade neste domingo.
É através dessas campanhas que conseguiremos fazer com que um número maior de mulheres consigam detectar o ca de mama em estágio inicial, com grande porcentagem de cura.
Informação é tudo não é mesmo.
Então vamos lá! Repassem a informação e quem puder vá prestigiar!
Um bom fim de semana para vocês! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssss

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Finados


A festa de todos os santos e a comemoração dos fiéis defuntos têm algo em comum e por este motivo foram colocadas uma logo após a outra. Inclusive a passagem evangélica é a mesma, a página das bem-aventuranças. Ambas as celebrações nos falam do mais além. Se não crêssemos em uma vida depois da morte, não valeria a pena celebrar a festa dos santos e menos ainda visitar o cemitério. A quem visitaríamos ou por que acenderíamos uma vela ou levaríamos uma flor?
Portanto, tudo neste dia nos convida a uma sábia reflexão: “Ensina-nos a contar nossos dias – diz um salmo – e alcançaremos a sabedoria do coração”. “Vivemos como as folhas da árvore no outono” (G. Ungaretti). A árvore na primavera volta a florescer, mas com outras folhas; o mundo continuará depois de nós, mas com outros habitantes. As folhas não têm uma segunda vida, apodrecem onde caem. O mesmo acontece a nós? Aqui termina a analogia. Jesus prometeu: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem vive e crê em mim, ainda que morra viverá”. É o grande desafio da fé, não só dos cristãos, mas também dos judeus e dos muçulmanos, de todos os que crêem em um Deus pessoal.

Fonte: Bíblia Católica News

Ontem amigos foi o dia de todos os santos e hoje finados, celebrações estas que nos fazem refletir no além dessa vida, na vida eterna, propriamente dito.
Todas as religiões acreditam em uma outra vida, numa vida plena, sem sofrimentos.
Eu confesso à vocês que eu acredito sim nessa vida, acredito nas palavras do evangelho onde Jesus nos fala que o Pai nos preparou muitas moradas. Mas também sei que para se chegar lá iremos morrer para esse mundo e é isso que muitas vezes nos assusta, o medo da morte, da finitude.
Mas o desafio da fé é este: acreditar no que não vemos. Ele nos prometeu uma nova vida, sem lágrimas, sem dor, sem luto. Uma vida de paz! E o melhor em um lugar onde todos conviverão em paz, apesar das diferenças.Para muitos utopia, para outros o que impulsiona a viver, saber que um dia seremos imortais.
Finados é dia também de muita saudade, saudade daqueles que passaram por nossas vidas e deixaram suas marcas, impossível não lembrar não é?
Eu sou suspeita para falar, pois lembro dos meus todos os dias e ainda tenho muito que aprender, pois a saudade é algo que dói.
Já fui ao cemitério levar flores ao túmulo de minha família e fazer minhas preces por eles. Sempre que posso vou até lá levar flores, tem pessoas que não gostam, para mim é um lugar de paz.
Para continuar seguindo sem os que amo e que já partiram, tento sempre pensar que estão com Deus, num lugar bonito, com muitas flores e paz, e que intercedem por nós.
Eles já conseguem ver além, seus espíritos não estão limitados como os nossos e por isso compreendem o amor infinito do Pai, ágape.
Façamos então nossas preces por todos eles, confiantes, pois quem amou aqui com certeza se reencontrará no infinito.
Um abraço à todos! Fiquem com Deus!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Casa Recomeço, Sinônimo de apoio ao paciente oncológico


Olá amigos do blog! Hoje estou aqui para falar sobre um assunto muito importante: O apoio ao paciente oncológico.
Aqui em São José dos Campos temos a Casa Recomeço fundada em 1990 pelo serviço social do IOV, com o apoio de médicos, voluntários, uma entidade sem fins lucrativos que presta auxílio aos pacientes provenientes do SUS e àqueles em situação econômica e social desfavoráveis, a fim de que continuem a fazer o tratamento.
Semana passada estive conversando com a assistente social que cuida da casa Graça M. S. Marques da Costa, e ela me relatou que a casa vive de doações e que toda ajuda é benvinda.
Pude perceber que o trabalho é feito com muito amor e atende pessoas de várias cidades que vem em São José fazer o tratamento.
A casa oferece vários benefícios:
- Hospedagem completa e gratuita
- Atendimento diário aos pacientes não hóspedes (Casa Dia)
- Apoio psico-social
- Orientação legal(FGTS, PIS/PASEP, entre outros)
- Visita domiciliar e hospitalar
- Encaminhamento aos recursos da comunidade
- Cuidados paliativos domiciliar
- Orientação ao cuidador
Vocês podem imaginar o quanto tudo isso é imprescindível para o paciente oncológico. Imaginem um paciente que tem que vir para cá para fazer radio, por exemplo, todos os dias, sem condição financeira, não é fácil. A casa Recomeço dá esse apoio. os pacientes passam a semana inteira aqui, fazem o tratamento e na sexta vão embora ou ficam direto mesmo.
Sem falar no apoio quanto as leis, medicação gratuita que o paciente oncológico tem e nem sabe.
Lá a assistente social Graça e sua assistente Juliana dão todo apoio e informação, facilitando assim a vida dessas pessoas.
Temos a Casa Recomeço também em Taubaté.
Mas vocês sabem o quanto é difícil manter esse trabalho, que ao meu ver deveria ser de responsabilidade do governo, tudo tem um custo, comida, remédios, transporte, funcionários, aluguel........
Então a CASA RECOMEÇO vive de doações para poder sobreviver, inclusive doações de tempo mesmo, sendo voluntário.
Se caso vocês quiserem ser voluntários ou fazerem doações deixo aqui os telefones e a conta bancária:

Em São José dos Campos: Fone: 12 3942-8584 3913-0252
Em Taubaté: Fone: 12 3631-7459 3621-0349

Doações: A/C Casa de Apoio ao Paciente Oncológico
Caixa Econômica Federal
Banco:104 Agência: 1388 Conta corrente:03000233-8

Caso queiram saber mais acessem: www.iov.com.br ou envie email para casa.recomeço@terra.com.br

Fica aqui minha admiração pela assistente social Graça e por todos seus colaboradores, pois o trabalho que eles fazem é de amor, acolhimento e respeito às pessoas.
Só quem passa por essa doença sabe da importância de todo esse apoio.
Se puder colaborem! E vamos passar a informação adiante!
Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Não tem preço


Tem coisas na vida que não tem preço mesmo não é?
Nessa fase do ca de mama aprendi e senti na pele muitas manifestações de carinho e amor que não tem preço, que ficarão guardadas em minha alma e em meu coração e isso me dá uma alegria, alegria esta que resolvi compartilhar com vocês.
Queria poder colocar o nome de cada pessoa que me ajudou a passar por isso, mas com os efeitos da quimio minha memória não está de se confiar e seria imperdoável de minha parte esquecer de alguém.
Vou postar uma lista de coisas e gestos que me fizeram muito bem, que acalmaram minha alma e me ajudaram a acreditar que sou importante na vida de muitas pessoas e que como diz Renato Russo " quando tudo está perdido, sempre existe uma luz!"
Sei que cada pessoa irá se identificar com algum tópico e irá saber que é para ela essa homenagem.
Então vamos lá, não tem preço:
- Ter o apoio incondicional do marido e do filho;
- Pessoas de sua comunidade rezando por você e algumas nem a conhece;
- Receber muitas visitas de amigos;
- Ganhar lenços para te deixar elegante quando você está careca;
- Uma amiga te trazer a medalha dela de Nossa Senhora das graças para você usar durante o tratamento;
- Sua família( irmão, irmãs, sobrinhos, cunhada, cunhados) se preocupar com você e te ligar sempre;
- No dia que você está mal com os efeitos da quimio sua amiga trazer uma tigela com arroz doce no qual você estava com vontade de comer;
- Ganhar livros, muitos livros para você se distrair;
- Uma amiga marcar hora no salão de cabelereiros, ir te buscar e levar para você fazer unhas e cabelo e dar isso de presente para você;
- Ganhar um pote de doce de leite da amiga que viajou, rezou para você na gruta de São Judas Tadeu;
- Sua chefe liberar colegas sua de trabalho para ir te visitar no período de trabalho;
- Pessoas de vários credos orar por você;
- Conhecer as amigas do blog;
- Conhecer muitas pessoas que estão em tratamento e trocam figurinhas com você;
- Ter um ótimo convênio e poder fazer todo o tratamento;
- Ter ótimos médicos;
- Receber telefonemas de amigos e parentes;
- Abrir o orkut e ter várias mensagens de otimismo;
- Receber recadinhos e mensagens dos meus alunos queridos e até de ex alunos;
- Poder contar com o apoio de minha psicanalista;
- Ter uma equipe de enfermeiras do IOV;
- Fazer o tratamento aqui mesmo em minha cidade;
- Ter fé;
- Enfrentar os medos, inclusive dos aparelhos, dos exames, da radio rs..
- Seu marido não te deixar cair, te animando dia e noite;
- Quando acaba as quimios;
- Olhar para trás e ver que você conseguiu superar os períodos difíceis;
- Chegar à igreja e ver que mandaram rezar missa em intenção de sua saúde;
- Ter amigos nos quais você pode sempre desabafar e expor seus medos;
- Ganhar um perfume de uma amiga;
- Seu cabelo começar a crescer e sua sobrinha de 2 anos lhe dizer que você está linda;( aquela que disse que eu estava feia careca rs...)
- Sua amiga não ir viajar e participar de todas as manifestações de fé da igreja na Páscoa por sua intenção e pela sua saúde;
- Receber a visita de minha família, os quais amo tanto;
- Ganhar a imagem de São Pelegrino( Protetor de quem tem câncer) de uma amiga;
- Sua amiga lhe enviar as pílulas de Frei Galvão;
- Seu filho ligar todos os dias do emprego para saber se você está bem;
- Conversar com minhas amigas do blog;
- Uma amiga te trazer a imagem de Nossa Senhora da Paz e fazer uma oração em sua casa;
- Ganhar uma torta maravilhosa de morango de sua amiga, pois ela sabe que na fase da quimio você quer comer doce;
- Estar a noite em casa e suas amigas trazerem caldinho para te alimentar;
- Ganhar da amiga meias( que ela mesmo fez) e gorro de lã pra esquentar sua careca no frio;
- Receber toda manifestação de carinho;
- Ler as mensagens deixadas no blog;
- Ter um Deus tão bom, que me ama com seu amor Ágape e não me desampara nunca;
- Ter meus anjinhos lá no céu que intercedem por mim.
E por fim meus amigos, tem três coisas que até gostei de estar careca e que não tem preço: Tomar um vento na careca, uma boa chuveirada e um cafuné, ah! Muito bom.
Espero não ter esquecido de nenhum agrado, se esqueci me perdoem.
A todos: meu marido amado, meu filho que amo tanto, minha família tão preciosa, meus amigos: OBRIGADA por tudo!
Fiquem com Deus! BJsssssssssssssssssssssssssssssss

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Dia do médico


O dia 18 de outubro foi escolhido como "dia dos médicos" por ser o dia consagrado pela Igreja a São Lucas. Como se sabe, Lucas foi um dos quatro evangelistas do Novo Testamento. Seu evangelho é o terceiro em ordem cronológica; os dois que o precederam foram escritos pelos apóstolos Mateus e Marcos.
Lucas não conviveu pessoalmente com Jesus e por isso a sua narrativa é baseada em depoimentos de pessoas que testemunharam a vida e a morte de Jesus. Além do evangelho, é autor do "Ato dos Apóstolos", que complementa o evangelho.
Segundo a tradição, São Lucas era médico, além de pintor, músico e historiador, e teria estudado medicina em Antióquia. Possuindo maior cultura que os outros evangelistas, seu evangelho utiliza uma linguagem mais aprimorada que a dos outros evangelistas, o que revela seu perfeito domínio do idioma grego.

Fonte: Canção Nova notícias

Hoje dia de São Lucas e dia dos médicos. O que seria de nós sem esses anjos que nos ajudam tanto, minimizando nossas dores e nos dando a chance de cura?
Conheço muitos médicos, e confesso que tenho muito amor e apego com alguns deles.
E hoje fica aqui minha homenagem ao Dr. Mauro Levy Jr, meu clínico de anos, que sempre me tratou com tanto carinho e respeito.
A minha oncologista Dra. Cristiane Dias Bittencourt, que cuida tão bem de mim nessa fase do ca de mama.
Que Deus abençoe a todos os médicos que lutam para salvar vidas e que São Lucas interceda por todos eles.
Um abraço à todos! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssss

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Minha florzinha amarela


Flores, flores amarelas....me lembram uma certa garotinha, sapeca, carismática e muito curiosa, igual a mãe dela.
MARINA é seu nome, veio em missão para este planeta, ensinar, ajudar, acolher.
No começo de nosso convívio eu não percebi, pois saiu de minhas entranhas e como foi esperada sua chegada, calma, tranquila quase nem chorava.
Foi crescendo e nosso amor foi aumentando a cada dia e a cada dia que passava me dava sinais que veio em missão, que não pertencia a essa esfera, mas eu como mãe fingia não ver......
Palavras, gestos, verdades, recadinhos singelos, faziam parte de seu repertório e seu olhar...ah.. esse penetrava no fundo de minha alma.
Cantávamos muito e criamos muitas brincadeiras e na hora de dormir era um amor desejando bençãos de Deus para nós.
Fazia arte também, como toda criança, mas se encantava com as coisas do Pai Celestial, santinhos, altares, orações, missas, velas, eucaristia.
Quantas vezes não a peguei brincando de fazer a missa em seu quarto com todas as partes, inclusive fazendo de conta a distribuir a comunhão em sua capa da chupeta.
Todas as vezes que íamos à missa passávamos em frente ao jardim da igreja e na volta era obrigatório colher uma flor amarela para trazer para o pai ou o irmão caso eles não tivessem ido.
Fora as vezes que " pegava" os livrinhos de oração da vó para trazer para casa.
Mas como os anjos não são desse mundo, minha florzinha amarela um dia teve que regressar para o lugar de onde veio. Eu achava que ela era só minha e que a mim pertencia, mero engano.
Não teve despedidas, aliás não entendo isso, acho que nunca vou entender, vivemos juntas, éramos tudo uma para outra e um belo dia ela se vai assim....
Se bem que durante seu sofrimento ela me deu sinais de que iria e me lançava muitos olhares, olhares de cumplicidade, de amor...
Sofri e sofro muito por não tê-la mais aqui, por não sentir seu abraço apertado me dizendo: " bonita".
A raiva, o desespero, a revolta já passaram, ficou a saudade, uma saudade doída que nada preenche.
E hoje faz anos que ela se foi e por isso resolvi fazer essa homenagem, lhe ofertar flores amarelas e deixar também um poema que foi feito para ela pelas professoras e amigas Ângela e Zélia.

Como uma flor e um passarinho
que beija a flor e faz carinho
uma ternura de menina
Marina flor beija a fonte de viver

Na caixinha de guardados
coleciona alguns recados
que ensina gente grande a crescer

Fala que a vida
é beijinho, carinho
poção mágica
canção de bem querer.
Que o importante
simplesmente é perceber
O amor é uma criança
brilha sempre
como todo amanhecer!

À Você minha filha amada, doce Marina, muitas flores e amarelas do jeito que você gostava e meu amor, amor de mãe, incondicional, eterno.
Um dia a gente se encontra de novo, pois quem amou aqui se reencontra no infinito!
Fiquem com Deus!!!!!!!!!!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Retomando a vida




Andei sem postar pessoal, mas foi por um bom motivo! Como vocês podem ver pelas fotos saí da minha clausura rs... de meses e agora estou começando a retomar a vida.
Vocês lembram da minha primeira postagem? Então foi a minha sobrinha Mariana que fez, eu queria muito ter um blog, mas não sabia por onde começar, não sabia nada de blogs... Aí ela criou esse para eu escrever sobre a minha história, o ca de mama, enfim sobre a vida.
Sábado foi o baile de formatura dela e lá fui eu, confesso que fiquei um pouco nervosa com que roupa iria, pois ainda estou com as marcas da radio, mas resolvi assumir, fui com decote mesmo, sem lenço, já que os cabelos estão crescendo, vocês viram que beleza? Já tenho cabelos de novo!!!!!!
Fazia tempo que não fazia as unhas, me produzia e foi tão bom me sentir feminina novamente.
Agora devo lhes dizer que os olhares....ah... as pessoas olham de um jeito, mas eu que já estou até acostumada não deixei que isso tirasse a minha alegria.
O importante é que eu, meu marido e meu filho nos divertimos bastante.
Hoje já iniciei com o remédio, Tamoxifeno, irei tomar por 5 anos, estou com um pouco de náuseas, dor de cabeça, é que meu corpo terá que se acostumar com o medicamento.
Sei que só tenho a agradecer à Deus por tudo, o pior já passou.
Ainda não estou recuperada de tudo, mas aos poucos chego lá!
Fica aqui meus parabéns para a Mariana, pelo seu esforço de tantos anos estudando, valeu a pena né Ma?
Também quero dizer que estou muito feliz pela nossa amiga Wilma, do blog mulher de peito, que fez cirurgia e está bem, que Deus continue a lhe dar força e muita saúde!
Então por hoje é só, espero que tenham gostado das fotos, ela é o retrato de que estou aqui firme, que mesmo depois de tanta luta não perdi a fé e que meu Pai celestial não me desamparou.
Vivam! Vivam intensamente! A vida é feita de momentos, então aproveitem cada segundo!
Fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Outubro Rosa


Femana lança Outubro Rosa 2010 com foco em investimento na saúde


A FEMAMA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama - promove pelo terceiro ano consecutivo o Outubro Rosa, movimento mundial de mobilização de prevenção ao câncer de mama que tem por objetivo promover a consciência sobre a importância do diagnóstico precoce para ampliar as chances de cura para a doença. O lançamento do evento será no dia 05 de outubro, com a iluminação de rosa do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.
O Outubro Rosa 2010 prevê atividades ao longo de todo o mês, em várias cidades do país. Este ano, o mote da campanha está focado na necessidade de se investir na saúde das mulheres brasileiras, em especial na saúde da mama. “Quando falamos em investimento, acreditamos que deve ser uma das prioridades de nossos governantes, do setor privado e da própria mulher, que tem a obrigação pessoal e social de investir e cuidar de sua própria saúde”, afirma a Dra. Maira Caleffi, presidente da FEMAMA.
Com a campanha deste ano, a FEMAMA pretende dar continuidade ao sucesso obtido no ano passado, com o tema “Mamografia: Agora é Lei!”, cujo objetivo foi tornar realidade nos vários estados brasileiros o que promete a Lei 11.664/2008, de 29 de abril de 2009, que garante o acesso à mamografia por mulheres acima de 40 anos. “O que buscamos em 2010 é alertar mais uma vez para a importância do cumprimento desta lei referente ao direito das mulheres com diagnóstico positivo da doença. Para estas, o governo deve garantir um tratamento ágil e qualificado, pois o câncer de mama evolui rapidamente”, defende a Dra. Maira, reforçando que, se diagnosticado e tratado no estágio inicial, o câncer de mama tem cura.
A campanha conta com o apoio da American Cancer Society, Organização não Governamental que se preocupa com o fortalecimento de organizações associadas, como a FEMAMA, na luta pelo aumento da detecção precoce do câncer de mama em vários países do mundo. A FEMAMA pretende mais uma vez conscientizar diferentes níveis da sociedade: os gestores de governo em âmbitos nacional, regional e municipal; os empresários, que precisam apoiar a causa como forma de aumentar a produtividade de seus funcionários e investir em programas de responsabilidade social voltados à saúde da população; e as mulheres brasileiras, que devem ter consciência de que também são responsáveis pelo investimento na sua saúde, por meio do autocuidado, das visitas de rotina ao médico, da realização de exames clínicos e de imagem.
Fonte: Press à porter

Acho essa iniciativa do Outubro Rosa pra lá de importante. Todas as mulheres acima de 40 anos devem escolher um dia ao ano para cuidar de sua saúde. Ir ao ginecologista, fazer seus exames e principalmente a mamografia.
Somente através dela o câncer de mama pode ser detectado no início, tendo assim chances de cura.
Então vamos lá minhas amigas de peito, vamos passar a informação pra frente, conversem, informem sobre a necessidade de se fazer os exames preventivos a cada ano.
Lembrem se: QUEM AMA CUIDA!
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssssss

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Florzinha branca


Hoje a igreja Católica comemora o dia de uma grande amiga e companheira de minha vida, o dia de Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face.
Um dia muito especial!!!
Ela nasceu em Alençon, norte da França em 02 de Janeiro de 1873 e faleceu em 30 de Setembro de 1897.
Conheci a história da florzinha branca, pois assim ela se denominava, há 21 anos atrás. Eu era bastante jovem, casada e já tinha tido dois abortos espontâneos.
E um dia conversando com um padre ele me falou dela, de sua vida, da predileção pelos missionários, do amor incondicional à Deus e sugeriu me que lesse o livro História de uma alma, contada pela própria Tereza de Alençon.
Então comprei o livro e me apaixonei por sua história, pela sua entrega à Deus.
Passados dois meses eu engravidei do meu filho Gabriel, e sempre fazendo a novena e pedindo a sua intercessão, tudo deu certo e ele nasceu sadio e não tive os problemas que o médico havia dito.
Em 1997, centenário de sua morte, passei por muitas tribulações. Minha filha adoeceu no dia do centenário de sua morte e ela gostava muito de "Teresinha", era uma criança abençoada. Nos dias de luta, aconteceram muitas coisas, tive muitos sinais relacionados a ela.
Tenho certeza que ela nos ajudou e muito com sua intercessão e a vida de minha filha foi permeada com a vida de Santa Teresinha e com as flores.
Jamais irei me esquecer de todos esses momentos, quem esteve comigo sabe das providências divina e de quantas flores e mensagens recebi de Deus.
E nessa fase de minha vida sei que as duas intercederam muito por mim, muito mesmo.
Teresa sempre amou as flores e em seus escritos faz analogia delas com as pessoas e o mundo.
"No jardim da vida há lugar para as humildes flores, as frágeis violetas, que não possuem o vigor e o perfume das rosas, mas mesmo assim enfeitam o mundo".
As rosas são os gigantes da fé e Santa Teresinha é uma delas!
Eu me considero uma humilde flor, que mesmo com os ventos fortes, a chuva, a seca, continua lá no solo, tentando alegrar e conquistar aos que passam com sua cor, sua pequenez.
Fica aqui minha homenagem a minha Santinha, companheira, missionária que prometeu após sua morte fazer chover rosas sobre o mundo.
E também hoje meu anjinho Rafael estaria fazendo 29 anos, mas Deus o quis perto Dele, tenho certeza que também está intercedendo por nós. Jamais esquecerei esse meu sobrinho tão amado.
Me despeço por aqui, não esquecendo de falar que terminei as sessões de radioterapia. Ontem fui à missa e agradeci muito à Deus, por Ele ter permitido completar meu tratamento, por eu conhecer tanta gente boa e lutadora que me ajudaram tanto, aqui no blog e onde faço tratamento. Por meu marido e meu filho, minha família, meus amigos.
Só tenho a agradecer, agradecer e agradecer! Deus é bom demais!
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssss

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Ágape


Ágape é amor em seu sentido mais belo e profundo, é doação total, é amor de Deus.
Ágape também é o título do livro do Pe Marcelo Rossi. Tomei conhecimento do livro através do seu programa de radio.
Nesse dia ele leu um trecho do livro que achei muito bonito, é uma oração que fala que somos as ovelhas e o Senhor é nosso pastor.
Aí pensei em colocar a oraçõa no blog mas não sabia onde encontrar, já que eu não tenho o livro.
Por providência de Deus cheguei no outro dia para fazer a sessão de radio e minha companheira de luta, a Elisabete, disse que tinha o livro e eu comentei com ela sobre a minha intenção de postar.
E hoje ela me trouxe escrita em uma folha de caderno, fiquei comovida com a gentileza e o carinho dela por mim, aliás, vejo esse carinho e companheirismo em todas as amigas de luta, estamos juntas, uma entende a dor da outra.
Então deixo para vocês essa oração de entrega, pedindo ao Pai por todos nós e que nunca esqueçamos que Ele é o Nosso pastor, que nos conduz sempre pelas veredas da justiça, do amor, da caridade e da humildade.

Senhor

Tu és o bom pastor
Eu sou a tua ovelha
Em alguns dias estou sujo;
Em outros, estou doente.
Em alguns dias, me escondo;
Em outros, me revelo.
Sou uma ovelha ora mansa, ora agitada.
Sou uma ovelha ora perdida, ora reconhecida.
Eu sou tua ovelha Senhor.
Eu conheço a tua voz.
É que as vezes a surdez toma conta de mim.
Eu sou tua ovelha, Senhor.
Não permitas que eu me perca, que eu me desvie do teu rebanho.
Mas se eu me perder, eu te peço, Senhor,
Vem me encontrar.
Amém!

Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssss

sábado, 25 de setembro de 2010


Quem me dera encontrar o verso puro, o verso altivo e forte, estranho e duro, que dissesse a chorar isto que sinto!

Florbela Espanca

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Interior


O que fazer quando nosso interior está angustiado? Quando não conseguimos ver a claridade do Sol que nasce, quando tudo parece escuro e triste?
Pois é assim que ando me sentindo, escuto todos ao meu redor me falarem que o tratamento da radio está acabando, que já passei por períodos piores......mas que culpa tenho de estar sentindo assim?
Parece que agora a ficha está caindo ou tudo que vivi está explodindo aqui dentro?
Não sei, mas o que sei que não ando com vontade de nada, minha conexão com o céu parece ter sido cortada, estou num período de "noites escuras".
Apatia, me sinto as margens, não como parte da vida, como só observasse o movimento das pessoas, a alegria.
Confuso e sofrido.
Minha mama está muito queimada, arde e coça muito, não tenho vontade de olhar para ela, até um tempo atrás era tão diferente.
Sei que muitas amigas já nem tem mama, que pessoas se encontram em estado bem pior que o meu, mas sinceramente nesse momento preciso desabafar para tentar entender essas mudanças na minha vida e na vida dos que cuidam de mim.
Quando a gente passa por isso, temos que dar conta de tudo e também dos problemas que a vida normal já nos traz, é uma carga muito pesada, fora o estigma, os olhares, a careca, a vaidade e...... viver com isso, pois confesso que sempre que tiver que fazer exames, marcadores irei sentir medo, medo de voltar, de ter que passar por isso de novo, acho que todos mundo que passa deve sentir, ou não?
Esse mês também me traz muitas recordações não muito boas.
Vou ter que tentar dar uma reciclada em tudo, pensar, tentar digerir.
Pensei até em entrar num curso de artesanato, preciso ocupar a minha mente, minhas mãos.
Mas não vou deixar de lutar, com certeza isso vai ser temporário e vai passar.
Coloquei essa imagem da flor da amendoeira, pois a primavera vem chegando e quem sabe eu não pego carona e tento me renovar, iniciando uma vida nova com tudo aquilo que aprendi com essa dor?
Não custa tentar não é?
Agradeço as mensagens deixadas aqui, me ajudam muito, me dão força mesmo!
Um grande abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssss

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Dia da compreensão


A compreensão como um instrumento para o entendimento é uma atitude plural, mútua, que tem sua origem, no entanto, na compreensão que temos de nós mesmos.

Só no respeito às diferenças é que podemos construir comportamentos, estabelecer planos e mudar atitudes – as nossas e as dos outros.

Compreender o outro não é sinônimo de nos anularmos.

Divergir é um direito de cada um, seja na relação entre pai e filho, entre jovem e adulto, homem e mulher, ou nas relações entre empregado e empregador, administrador e servidor.

Os homens não têm pensamentos idênticos, assim como tampouco têm feições idênticas...

A crença de uma pessoa é influenciada por diversos fatores – temperamento, hereditariedade, contexto, experiência – e os líderes devem balancear seu julgamento com paciência e indulgência.

Atitudes agressivas, que não precisam ser necessariamente físicas, acontecem, infelizmente, nas relações humanas – e em nada contribuem para o bem-estar de quem as pratica, com prejuízos, às vezes fatais, para o próprio grupo.

Há que se entender a importância de cada atitude pessoal como um fator que facilite a harmonia e a construção de um grupo.

Gandhi, exemplo de liderança pacifista, conquistou a todos por seu exemplo e por sua coerência entre ação e discurso.

Sobre os pontos fundamentais para se conseguir a paz, assim ele se expressou:

“De que vale a fé se não for convertida em ação”?

“A liberdade individual e a interdependência são essenciais para a vida em sociedade”.

“A não-cooperação com o mal é um dever tão importante quanto a cooperação com o bem”.

“A não-violência nunca deve ser usada como um escudo para a covardia. Ela é uma arma para os bravos”.

Fonte: Brasil Rotário

Amigos, a sonhada paz passa pela arte de compreender, de enxergar o outro com olhar diferente, de estar sempre aberto ao diálogo e ao perdão.
Uma boa sexta para todos! Não esquecendo de fazer uso de boas doses de compreensão!
Abraços e fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Prevenção



Essa semana encontrei uma senhora em tratamento de câncer de mama. Começamos a conversar sobre a doença e fiquei assustada ao ouvir dela que desde que teve seu filho há 25 anos nunca mais fez uma consulta ao ginecologista.
Sempre achou que o cancer poderia acometer a outras pessoas, nunca sentiu nada, tinha muita saúde. Também não deu atenção as campanhas na tv sobre auto exame das mamas, a vida para ela corria naturalmente, criava os filhos e não pensava nisso.
Disse que não tinha hábitos de ficar observando seu corpo.
Mas um dia começou a ter dores no braço, a qualquer esforço doía muito, consultou alguns médicos e o diagnóstico foi bursite, remédios e nada de melhorar, até que ela notou algo volumoso em sua mama. Mas ainda assim achou que poderia ser ingua devido a bursite.... vejam só isso...
Até que por insistência de um dos filhos resolveu ir em um clínico geral e comentou com ele a dor no braço, bursite e o volume no seio. Então ao examiná-la ele pediu que ela procurasse um mastologista e aí a ficha dela caiu.
Fez os exames e o nódulo era grande, primeiro teve que fazer quimio para diminuir o tamanho do nódulo, só depois fez a mastectomia, fez quimio novamente e está fazendo radio.
Hoje ela tem uma outra visão de tudo isso, sofreu muito e sabe que tivesse feito prevenção talvez não passasse por tudo isso.
Agora ela me diz que faz campanha para todas as amigas de se auto examinar, de ir ao ginecologista, fazer mamografia e não se descuidar.
Fiquei feliz em saber que apesar do sofrimento ela ainda teve chance de poder fazer o tratamento, muitas não tem, descobrem tarde demais ou tem uma sobrevida pequena.
Eu sempre fiz prevenção, todo ano e de um ano para o outro tive microcalcificações heterogêneas, as quais optei junto com o médico ano passado retirar, mas como elas são muito pequenas tem que se agulhar para o cirurgião retirar, por falta de sorte ou sei lá o que, o médico da clínica habituado a fazer isso e muito competente saiu de férias e não me foi avisado. Então lá estou eu, com o centro cirúrgico esperando, e faço o agulhamento com uma médica da clínica que nem conhecia, um sofrimento para achar as micro por serem num lugar difícil, ela me agulha somente uma. Falo para ela que são várias e ela me diz que por essa o médico retira as outras.
Vocês concordam que a médica é ela? Se é assim então vamos lá!
Fui para o hospital e fiz a cirurgia, conclusão: o médico só tirou uma, as outras não dá para achar sem agulhar, Legal essa médica não é? Sabe o que faz não?
Resulatdo: Benigno! Ótimo! Mas o que fazer com as que ficaram? Monitorar, eram muito pequenas. Isso foi em novembro.
Quando foi esse ano em março vou fazer a mamografia para monitorar e daí já era, elas cresceram e formaram um nódulo e também já tinha outro agrupamento no peitoral. Fiz biópsia e o resultado carcinoma invasivo III.
Por isso muita atenção é pouco. Temos que estar sempre de olho e nos informar, informação nunca é demais!
E tem mais, geralmente não se tem sintoma nenhum, eu só descobri através da mamografia, por isso a importância de se fazer anualmente.
Não fosse eu fazer a mamografia eu talvez não estivesse aqui para contar isso à vocês.
Mas o que importa é que descobri a tempo, passei por muito sofrimento, mas estou firme, fazendo o tratamento proposto pela minha querida médica Dr. Cristiane, sei também que terei um longo caminho, o tratamento não acaba, sempre terei que passar em consulta para controle, nos próximos 5 anos será de 6 em 6 meses.
Fico tranquila em ter a equipe do IOV cuidando tão bem de mim!
No momento estou fazendo a radio, a mama está uma coisa de queimada e escura, mas faltam poucas sessões para terminar, hoje passei em consulta com a Dr. Graziela e ela me passou uma pomada.
Enfim, prevenção só faz bem e como diz o velho ditado: " Melhor prevenir que remediar".
Um abraço à todos! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssss

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Vida



Olá pessoal! Estou de volta. Tenho andado muito cansada, sonolenta por conta da radioterapia.
Peito com um pouco de queimadura e ardência, uma coceira....
Tento pensar sempre que já está quase no final da radio, faltam 13 sessões.
Nesse momento recorro a fé em Deus, preciso me esforçar, pois tudo que venho enfrentando há um ano me desgastou demais. Tenho que me reencontrar, me refazer, me olhar com outros olhos.
Já não sou a mesma, porém ainda não criei uma outra identidade com tudo que vivi.
É um misto de emoções, um corpo diferente, invadido por tantas situações, medicamentos, olhares, opiniões, conhecimentos, enfim uma nova vida.
Falando em vida, coloquei essa foto do bairro da Urca no Rio de Janeiro, pois é isso que estou com vontade, de sentar na beira desse mar e só sentir, sentir o vento no rosto, a criação de Deus, refletir a minha vida nesse mundo, a minha missão.
Não dá para sair dessa fase sem refletir em tudo que se passou e se passa na minha cabeça.
Um turbilhão de sentimentos.... Os "porquês" desisti de perguntar, melhor será o "para que" assim reivento e faço algo de bom com tudo isso.
Fico emocionada quando leio as histórias de vida de minhas amigas e amigos do blog e também dos que conheci onde faço tratamento, são pessoas com uma garra e que muitas vezes estão em situações muito mais difíceis que a minha, como os admiro, vivem dia por dia, sem pensar muito no amanhã e ainda nos encorajam, nos ensinam.
São os meus amigos de luta e superação, um ajudando o outro.
Como não posso abraçá-los pessoalmente deixo aqui um abraço virtual, bem apertado e recheado de flores e poesia para alegrar um pouquinho a vida de cada um deles.
Um abraço a todos! Fiquem com Deus!!!!! Bjssssssssssssssss

" Se procurar bem você acaba encontrando. Não a explicação (duvidosa) da vida, mas a poesia (inexplicável) da vida" Carlos Drummond de Andrade.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010



Andei sumida, mas voltei! Um pouco de cansaço, muitas coisas para resolver e acabei não postando nesses últimos dias.
Estou fazendo a radio todos os dias e é cansativo, tenho tido muito sono e a pele está um pouco irritada.
Ontem foi 7 de setembro e aniversário de meu pai, se estivesse aqui estaria fazendo 85 anos.
Tenho uma saudade imensa dele, homem honesto, das antigas e era muito trabalhador.
Ele era daqueles pais carinhosos, de pegar no colo, brincar, contar histórias, ah...quantas histórias ele me contou.
Quando penso nele sinto cheiro de sorvete, pipoca, parquinho de diversão, banho de chuva, cantiga de ninar..... Um pai para ninguém botar defeito.
Sou a caçula de quatro filhos, um homem e três mulheres, era a sua princesinha...
Me lembro de quando íamos no parque de diversões e ele me levava na roda gigante, ele morria de medo, mas se mostrava firme só para me alegrar.
Hoje com minha maturidade compreendo muitas de suas ações, de seu cansaço e desilusões, das amarguras da vida, da labuta, da dificuldade de criar os filhos.
Meu pai era bastante saudosista assim como eu, aliás nos parecemos em muitas coisas, ele gostava de música boa, chorava ao ouvir uma melodia que lhe tocava o coração, era ansioso, perfeccionista e muito carinhoso.
Infelizmente convivi com ele apenas dezenove anos de minha vida, pouco, mas tempo suficiente para carregá-lo comigo em meu coração.
Sei e sinto que de onde ele está olha por mim e também me dá uma força nessa luta que já vem há quase um ano, pois ele passou por isso também.
E com todo esse amparo espiritual vamos em frente, lutando sempre com fé e coragem!
Fica aqui então o meu carinho por esse Pai tão querido que Deus me presenteou e que me ajudou a ser o que sou hoje.
Um abraço apertado a todos vocês! Fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssss

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Seminário Câncer de mama

Seminário para Pacientes & Familiares Instituto Espaço de Vida em São Paulo

Dia: 18 de Setembro de 2010
Local: Hotel Renaissance
(Alameda Santos, 2233 esquina com Rua Haddock Lobo - Jardins)

Horario: 8h30m às 13h

Este evento é gratuito
(incluso material informativo e alimentação).

Programação:

8:30 - Café de Boas Vindas e entrega de material informativo
----------------------------------------------------------------------------------------
9:00 - 9:05 - Apresentação Instituto Espaço de Vida - Instituto de Apoio à Saúde e a Vida por Christine Battistini - Fundadora e Presidente.
----------------------------------------------------------------------------------------
9:05 - 9:30 - Câncer de Mama – O Papel do Mastologista e as Indicações de Tratamento e Cirurgia
Dra. Maira Callefi - médica mastologista e presidente da FEMAMA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama.
----------------------------------------------------------------------------------------
9:30 - 10:00- O Tratamento Sistêmico do Câncer de Mama
Dr. Cid Buarque de Gusmão - médico oncologista, Presidente do Instituto Brasileiro de Pesquisa em Câncer (IBPC), coordenador do departamento de Oncologia e Hematologia do Hospital 9 de Julho em São Paulo e fundador do Centro de Combate ao Câncer.
----------------------------------------------------------------------------------------
10:00- 10:20 – Reconstrução Mamária
Dr. João Carlos Sampaio Góes - cirurgião plástico e mastologista – Diretor Técnico Científico do IBCC.
----------------------------------------------------------------------------------------
10:20 - 10:40 - Coffee Break
----------------------------------------------------------------------------------------
10:40 - 11:00 - Medicina Integrativa - A Cura pelo Equilíbrio
Dr. Paulo de Tarso Lima, médico, responsável pelo setor de Medicina Integrativa e Complementar do Hospital Israelita Albert Einstein e atual diretor médico da Anima Medicina Integrativa.
---------------------------------------------------------------------------------------
11:00 - 11:20 - Pesquisa Clínica - Sua Importância na Busca da Cura
Dr. Max Mano - ICESP/Hospital Sírio Libânes
----------------------------------------------------------------------------------------

11:20- 11:40 - Qualidade de Vida Após o Diagnóstico - Como é Feito o Acompanhamento
Dra. Solange Moraes Sanches - médica oncologista, especialista em oncologia clínica no Hospital A.C. Camargo
----------------------------------------------------------------------------------------
11:40 - 12:00- Nutrição Durante e Após o Tratamento - Como Controlar Efeitos Adversos e Outras Dicas
Tatiana Oliveira - Nutricionista, Mestre em Oncologia . Atua em Clínicas de Oncologia em São Paulo - gerencia e administra o portal Nutrionco.
----------------------------------------------------------------------------------------
12:00- 12:20
Gláucia Telles Sales - Psicóloga, autora da coluna "Espaço de Vida" da Fundação International Myeloma Foundation
----------------------------------------------------------------------------------------
12:20 - 13:00 - Pergunte ao Especialista – Sessão de Perguntas e Respostas
----------------------------------------------------------------------------------------
13:00 – 13:10- Depoimento de uma Paciente e Encerramento
---------------------------------------------------------------------------



--------------------------------------------------------------------------------

Inscrições: www.espacodevida.org.br ou

através do telefone: 11 3721.5317

domingo, 29 de agosto de 2010

Deus



Houve um tempo em minha vida que briguei com Deus, chamei o para briga, tempo de raiva, questionamentos, dores além do que se pode suportar.
Achei que Ele fosse o responsável pela partida da luz dos meus olhos, do meu mais profundo bem querer, que nasceu das minhas entranhas, que amamentei, que cuidei com todo amor desse mundo...
Mas, o tempo, sábio tempo, me foi ajudando a perceber que Deus nada tinha a ver com essa partida, que há muitos mistérios que minha condição humana não consegue enxergar.
E aí acabei voltando para o colo Dele e vi que nos piores momentos Ele estava comigo, através de um ombro amigo, de sua palavra, da esperança que brotava em minha vida, enfim de conseguir estar viva apesar de muitos dias não querer estar.
Hoje minha fé amadureceu, ao saber do meu diagnóstico em nenhum momento discuti ou questionei Deus, sei que há coisas na qual preciso passar e um dia saberei o porquê. Sei que não é fácil, tem dias que parece que não vai dar, a tristeza e até a falta de fé vem ao nosso encontro, mas tudo isso também faz parte.
Mas o que me conforta a alma é saber que:
Apesar da dor infinita de se perder um filho
Ele me ampara

Apesar dos olhares de pena, indiferença
Ele me acolhe

Apesar da solidão que a dor nos traz
Ele me abraça

Apesar dos medos
Ele segura a minha mão

Apesar da insegurança do futuro
Ele revigora as minhas forças

Apesar da fraqueza
Ele me sustenta


Ele é meu amigo de todas as horas, não me julga, me aceita com todas as minhas misérias, Nele eu posso repousar minha alma cansada e sedenta de amor.
Sinto uma paz tão grande quando entrego tudo em suas mãos, principalmente o que não depende de mim, o que não depende mais de minhas escolhas.
É assim que vou seguindo nessa estrada, cheia de caminhos incertos, mas com fé, sabendo que nem sempre acontece o que queremos, mas o que é melhor para nós e isso Nosso Pai Celestial sabe com certeza!
Um bom domingo! Fiquem na Paz de Deus! Bjsssssssssssssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Cansaço



Hoje foi um dia daqueles.. Estou com meus dois cuidadores doentes com gripe. Remédio para lá, termômetro pra cá, também com essa baixa umidade do ar parece que estamos no deserto.
Eu já fiz 8 sessões de radio e faltam 25. O chato é ir todos os dias, sem trégua.
Comecei a sentir muito cansaço e um pouco de fraqueza, já sabia que isso poderia acontecer, nenhuma surpresa.
Mas, estou com um cansaço emocional sabe, uma apatia, uma vontade de ficar deitada, quieta.
Acho que o corpo e a mente começam a demonstrar os sinais de tanta invasão, quimio, cortisona, radio... uma luta contra a doença.
Fiz exames para ver a taxa de hormônios que o ginecologista me pediu e os resultados deram pós menopausa.. Rs... Até 4 meses atrás estava ovulando normalmente, vejam vocês o que uma quimio faz com nossos corpos, além de destruir células cancerígenas.
Tenho sentido aquele calor horroroso( só quem já teve sabe), um rubor facial. E se fico nervosa pronto além do calor minha careca começa a " minar" água, uma coisa de louco. Tem horas que vem um frio, sem explicação.
Meu corpo está muito mudado, uma mudança muito rápida e é por isso que ele, o corpo, e minha mente ainda não se acostumaram, eu não me acostumei!
Realmente hoje não estou boa para escrever, nada de poesias e de flores.
Mas amanhã vai ser outro dia, se Deus quiser vou estar melhor e com mais ãnimo. Amanhã tenho consulta com a médica radiologista.
Então por hoje é só! Fiquem com Deus! Um abraço!

sábado, 21 de agosto de 2010

Radioterapia



A radioterapia é um método capaz de destruir células tumorais, empregando feixe de radiações ionizantes. Uma dose pré-calculada de radiação é aplicada, em um determinado tempo, a um volume de tecido que engloba o tumor, buscando erradicar todas as células tumorais, com o menor dano possível às células normais circunvizinhas, à custa das quais se fará a regeneração da área irradiada.

As radiações ionizantes são eletromagnéticas ou corpusculares e carregam energia. Ao interagirem com os tecidos, dão origem a elétrons rápidos que ionizam o meio e criam efeitos químicos como a hidrólise da água e a ruptura das cadeias de ADN. A morte celular pode ocorrer então por variados mecanismos, desde a inativação de sistemas vitais para a célula até sua incapacidade de reprodução.

A resposta dos tecidos às radiações depende de diversos fatores, tais como a sensibilidade do tumor à radiação, sua localização e oxigenação, assim como a qualidade e a quantidade da radiação e o tempo total em que ela é administrada.

Para que o efeito biológico atinja maior número de células neoplásicas e a tolerância dos tecidos normais seja respeitada, a dose total de radiação a ser administrada é habitualmente fracionada em doses diárias iguais, quando se usa a terapia externa.


Radiossensibilidade e radiocurabilidade
A velocidade da regressão tumoral representa o grau de sensibilidade que o tumor apresenta às radiações. Depende fundamentalmente da sua origem celular, do seu grau de diferenciação, da oxigenação e da forma clínica de apresentação. A maioria dos tumores radiossensíveis são radiocuráveis. Entretanto, alguns se disseminam independentemente do controle local; outros apresentam sensibilidade tão próxima à dos tecidos normais, que esta impede a aplicação da dose de erradicação. A curabilidade local só é atingida quando a dose de radiação aplicada é letal para todas as células tumorais, mas não ultrapassa a tolerância dos tecidos normais.


Indicações da radioterapia
Como a radioterapia é um método de tratamento local e/ou regional, pode ser indicada de forma exclusiva ou associada aos outros métodos terapêuticos. Em combinação com a cirurgia, poderá ser pré-, per- ou pós-operatória. Também pode ser indicada antes, durante ou logo após a quimioterapia.

A radioterapia pode ser radical (ou curativa), quando se busca a cura total do tumor; remissiva, quando o objetivo é apenas a redução tumoral; profilática, quando se trata a doença em fase subclínica, isto é, não há volume tumoral presente, mas possíveis células neoplásicas dispersas; paliativa, quando se busca a remissão de sintomas tais como dor intensa, sangramento e compressão de órgãos; e ablativa, quando se administra a radiação para suprimir a função de um órgão, como, por exemplo, o ovário, para se obter a castração actínica.

Efeitos adversos da radioterapia
Normalmente, os efeitos das radiações são bem tolerados, desde que sejam respeitados os princípios de dose total de tratamento e a aplicação fracionada.

Os efeitos colaterais podem ser classificados em imediatos e tardios.

Os efeitos imediatos são observados nos tecidos que apresentam maior capacidade proliferativa, como as gônadas, a epiderme, as mucosas dos tratos digestivo, urinário e genital, e a medula óssea. Eles ocorrem somente se estes tecidos estiverem incluídos no campo de irradiação e podem ser potencializados pela administração simultânea de quimioterápicos. Manifestam-se clinicamente por anovulação ou azoospermia, epitelites, mucosites e mielodepressão (leucopenia e plaquetopenia) e devem ser tratados sintomaticamente, pois geralmente são bem tolerados e reversíveis.

Os efeitos tardios são raros e ocorrem quando as doses de tolerância dos tecidos normais são ultrapassadas. Os efeitos tardios manifestam-se por atrofias e fibroses. As alterações de caráter genético e o desenvolvimento de outros tumores malignos são raramente observados.

Todos os tecidos podem ser afetados, em graus variados, pelas radiações. Normalmente, os efeitos se relacionam com a dose total absorvida e com o fracionamento utilizado. A cirurgia e a quimioterapia podem contribuir para o agravamento destes efeitos.

Fonte: Controle do Câncer: uma proposta de integração ensino-serviço. 2 ed. rev. atual. - Rio de Janeiro: Pro-Onco. 1993.

Olá amigos! Achei importante postar esse texto falando sobre a radioterapia, ainda mais que estou nessa fase.
Estou fazendo sessão todos os dias, já fiz 5 e faltam 28. Não tenho tido nenhum efeito colateral, tenho tido cuidados com a mama, pois pode dar queimadura, por isso estou usando um creme que a médica me indicou.
Mas, devo confessar à vocês que tenho uma fobia com máquinas...rs... ah! como me apavora ter que ficar imóvel debaixo ou dentro de uma delas. Desde o primeiro dia que fui fazer fico bastante tensa, transpiro muito e quando fico sozinha na sala recebendo a radiação eu rezo, isso mesmo, rezo e peço à Deus que fique comigo, na hora que acaba, ufa! aquele alívio...
Onde eu faço sou acompanhada por uma técnica em radiologia, a Viviane, por sinal um amor de pessoa, competente e muito carinhosa, me acalma e esclarece minhas dúvidas.
Que bom que podemos contar com mais essa arma na luta contra o cancer, penso sempre que estou na reta final, sei que depois terei que estar acompanhando com exames e consultas periódicas, mas peço à Deus que nunca mais tenha que passar por tudo isso.
Quando tudo terminar terei uma nova fase para iniciar, porque foram tantas mudanças em minha vida que terei que reiventar muitas coisas e por em prática tudo que aprendi, minha escala de valores e prioridades mudaram radicalmente.
Quero VIVER muito ainda! Viver! Sim viver, mesmo sabendo que viver implica em correr riscos, em nem sempre encontrar felicidade ou ganhar todas as batalhas,mas lutar, lutar sempre.
O importante é não perder a esperança! E eu graças à Deus e com muita esperança estou vencendo essa luta contra o cancer! Isso não é uma benção? Obrigada Deus! Obrigada à vocês todos pelas orações e carinhos!
Um abraço e fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 18 de agosto de 2010




Hoje li no blog da minha amiga Eliane um texto que falava sobre decepção e coincidentemente é o que estou sentindo.
Faz tempo que eu estava querendo postar sobre isso e depois que vi o horário político de ontem e mais o dia que tive hoje..... resolvi postar mesmo.
Ando tão desacreditada de políticos e governos que não tenho nem vontade de ouvir sobre isso.
Sou funcionária pública estadual, sou professora há 26 anos, sempre cumpri com meu dever e mais, sempre fui uma professora esforçada, dei o melhor de mim nesses anos, trazendo muito serviço e problemas para casa, isso porque gosto da profissão que escolhi.
Mas, estou vendo o outro lado da moeda desde que fiquei doente. Estou de licença desde abril e de lá para cá meu salário diminuiu muito, isso porque não estou em sala de aula, tiraram todas as gratificações e também meu ticket alimentação, isso porque doente não come não é?
Acho isso muito injusto, pois com a doença nossos gastos aumentam, é remédio, alimentação, nutricionista, fisioterapeuta......fora o emocional.
É como se não tivéssemos valor, ah! coloca outro no lugar e pronto.
Aí vôcê liga a televisão e vê um monte de propaganda enganosa do governo, um horário político medíocre, com candidatos até analfabetos e pensa o que de tudo isso?
Não temos em quem votar, não consigo mais confiar em ninguém, estou decepcionada!
Graças à Deus que tenho um convênio médico muito bom, pois hoje precisei ir ao Sus e vi muitas coisas nas quais não gostaria de passar nunca.
É um descaso com o sofrimento alheio, uma burocracia, falta de médicos, é fila para cirurgia, exames, isso quando se consegue a tempo de não morrer antes.
Os políticos deveriam colocar seus filhos em escolas públicas e utilizar o Sus para toda sua família, só aí irião entender a realidade em que vivem a maioria dos brasileiros.
Já deu sabe, esgotou minha cota de paciência.
As pessoas honestas que pagam seus impostos, que lutam por um país melhor não tem valor nenhum.
Desculpem se estou um pouco amarga, mas é que são tantas coisas erradas e a gente sem poder fazer nada.
Ouço muito as pessoas dizerem que temos a chance de reverter esse quadro votando, escolhendo melhor nossos candidatos, mas lhes pergunto: Onde estão esses candidatos? Sinceramente acho que não existem não! Se vocês souberem de algum me avisem!
É isso amigos, com decepção fui fazer mais uma sessão de radio, agora faltam 30 e vamos em frente!
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssssssss

sábado, 14 de agosto de 2010

Nova etapa

É amigos, nesta quinta passada passei em consulta com a Dra. Graziela, médica oncologista e radiologista que irá me acompanhar na radioterapia.
Muito simpática e competente ela me explicou sobre o tratamento que será feito através de 33 sessões, todos os dias.
No mesmo dia eu já fiz a marcação na mama, essa marcação é feita no lugar em que terei que tomar a radiação e é feita com uma tinta vermelha. No meu caso será na mama inteira.
A tinta mancha a roupa, então é usar roupa de cor escura e nada de ficar lavando o local e passando sabão se não tem que ficar remarcando sempre.
Perguntei a ela sobre os sintomas e ela me disse que alguns pacientes sentem fraqueza, fadiga e a pele pode ficar irritada parecendo queimadura, mas não são todos os pacientes que apresentam isso. Ela também me passou uma pomada que alivia a irritação.
Na hora em que fui marcar duas moças me auxiliaram e também um físico que ajudou a tirar as medidas da mama.
A sala é parecida com sala de raio x, ficamos deitadas com aquele aparelho grande em cima.
Confesso que na hora fiquei triste, pois não gosto de aparelhos sabe, aquela coisa em cima, fiquei pensando quanta invasão, quanta coisa já tive que passar por conta desse ca de mama, mas uma paz invadiu meu coração, e senti tanto a presença de Jesus ali comigo, como se Ele dissesse: Não temas, eu estou aqui contigo!
Aí fiquei bem e saí de lá confiante que vou continuar a dar conta de tudo.
Não temos muita escolha não é? Serão 33 dias e tenho certeza que ainda vou aprender muito, vou crescer espiritualmente e vou poder ajudar outras pessoas.
Nada vem por acaso amigos, nada mesmo, tudo tem seu propósito nessa vida.
Então, com fé vou iniciar mais essa etapa e continuo a contar com a orações de todos vocês.
Obrigada pelas mensagens deixadas aqui, pelo carinho e pelas orações!
Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssssssss

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Médico dos médicos




Hoje minha amiga Eliane postou em seu blog um texto falando sobre a confiança que temos em nossos médicos, interessante o texto, o que fez que originasse muitos comentários de nossas amigas blogueiras.
Fiquei refletindo sobre isso e percebi que é tão bom quando confiamos em nosso médico, quando temos um relacionamento bom com ele, isso gera uma certa paz interior.
Ao longo de minha vida encontrei muitos médicos bons, também outros nem tanto, já sofri por erros médicos, já desconfiei de outros, mas no geral sempre acertei nas minhas escolhas.
Tenho um clínico que cuida de mim há 25 anos, é meu médico familiar, cuida de mim, do meu marido e de meu filho, ele é cirurgião também, se chama Mauro Levy Jr, um amor de pessoa e muito competente.
Nesse ano por conta do carcinoma conheci outros muito bons. Graças à Deus eu confio muito em minha médica, a Dr. Cristiane, ela me passa seriedade, carinho e a gente fala a mesma língua.
Depois de pensar em tudo isso, lembrei de um email que recebi de minha amiga Fatima, o email fala de um médico muito competente, que atende independente de se ter convênio ou não, enfim uma sumidade em matéria de medicina.
Então resolvi postar para vocês, sei que muitos já o conhecem, outros não, vale a pena ler:

Hoje vim aqui divulgar o trabalho e o currículo de um grande médico, amigo nosso.
Precisando dos serviços dele é só entrar em contato.
Ele atende 24 horas por dia.

Nome: Jesus Cristo - Médico cirurgião
Graduação: Filho de Deus
Médico auxiliar: Espírito Santo
Sua experiência: Estados impossíveis
Seu atendimento: Geral
Sua especialidade: Opera milagres
Seu Instrumento: A Fé
Seu favor: A graça
Livros publicados por Ele: A Bíblia
Doenças que cura: Todas
Preço do tratamento: Confiança Nele
Sua garantia: Absoluta
Consultório: Teu coração

Se puder divulgar também, Ele te agradece.
Não custa nada e, é sempre bom ter um médico de confiança à nossa disposição.
Ah! Ele além de te curar, manda dizer que te ama e muito!



Meus queridos amigos, ao meu ver, é Ele que dá sabedoria e discernimento aos nossos competentes médicos. É Ele que age através do Espírito Santo, fazendo com que o inesperado aconteça: o milagre da cura.
E é acreditando Nele que vou vivendo, tendo fé e não esquecendo que " Tudo é possível aquele que crê".
Fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssssssssss

domingo, 8 de agosto de 2010

Pais

As mãos do meu Pai


As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis
sobre um fundo de manchas já cor de terra
— como são belas as tuas mãos —
pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
na nobre cólera dos justos...

Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,
essa beleza que se chama simplesmente vida.
E, ao entardecer, quando elas repousam
nos braços da tua cadeira predileta,
uma luz parece vir de dentro delas...

Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente,
vieste alimentando na terrível solidão do mundo,
como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento?
Ah, Como os fizeste arder, fulgir,
com o milagre das tuas mãos.

E é, ainda, a vida
que transfigura das tuas mãos nodosas...
essa chama de vida — que transcende a própria vida...
e que os Anjos, um dia, chamarão de alma...

(Mario Quintana)


Com esse poema de Mário Quintana, deixo aqui a minha homenagem:
Ao João de Paiva, meu querido e amado pai, que me ensinou muita coisa do que sou hoje, com seu carinho e ternura incomparáveis. Saudades eternas.....
Ao meu cuidador, marido, Eduardo, que além de ser pai de meus filhos, nesses dias tem sido um pouco de pai para mim, me dando colo e carinho.
A todos os pais incansáveis batalhadores nessa luta diária de criar seus filhos.
Que Deus os cubra de força, coragem e muita ternura!
Abraços carinhosos a todos vocês! Fiquem com Deus!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Alma

Hoje decidi postar a letra de uma música que gosto muito, ainda mais na voz de Simone e que fala sobre a alma.
Segundo Wikipédia, alma é um termo que deriva do latim anima, este refere-se ao princípio que dá movimento ao que é vivo, o que é animado ou o que faz mover.
Para mim, alma é o mais íntimo do meu ser, algo que me foi dado por Deus, como um sopro de vida, e que mesmo após nossa partida desse mundo não morrerá, seria para mim como a minha essência.
Nesses dias de luta descobri muitas coisas sobre essa minha companheira, não sabia que ela era tão forte e que conseguisse reiventar tantas situações vividas.
Se a algum tempo me perguntassem se suportaria certas adversidades eu diria que não, mas, hoje vejo que suportamos mais do que achamos que podemos.
Acho que quando fomos criados Deus nos dá de presente nossa alma e a reveste de força, caridade, paciência, sabedoria, amor.... mas, na maioria das vezes não usamos desses dons que nos foram dados, eles ficam esquecidos num cantinho.
Essa minha alma já viveu muita coisa! Elaborou, reiventou muitas histórias vividas, mas carrega consigo uma tristeza, uma marca deixada pela vida, essa seguirá comigo, não tem jeito, mas confesso que convivo em paz com ela, sem deixar me amargar, pois isto seria muito ruim.
Enfim, deixo aqui a letra da música e desejando à vocês um bom fim de semana, e não esqueçam de viver, de se alegrar, de amar, pois isso com certeza faz bem a alma.


Alma

(Sueli Costa e Abel Silva)


Há almas que têm
As dores secretas
As portas abertas
Sempre pra dor
Há almas que têm
Juízo e vontades
Alguma bondade
E algum amor
Há almas que têm
Espaços vazios
Amores vadios
Restos de emoção
Há almas que têm
A mais louca alegria
Que é quase agonia
Quase profissão

A minha alma tem
Um corpo moreno
Nem sempre sereno
Nem sempre explosão
Feliz esta alma
Que vive comigo
Que vai onde eu sigo
O meu coração


Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Genética



Olá meus amigos! Ontem fui a um médico Dr. Giordano para receber um aconselhamento genético, ele também faz parte da equipe de médicos do IOV.
Confesso à vocês que já li muito pouco a esse respeito, minha oncologista tinha me recomendado que fizesse essa consulta, pois meus pais tiveram Cancer, meu carcinoma apareceu antes que fizesse menopausa, esse carcinoma está ligado a hormônio e por fim o tipo de cancer que desenvolvi, carcinoma invasivo pouco diferenciado.
Portanto, esse "pacote" rs... sugere que eu tome alguns cuidados.
O Dr. Giordano foi ótimo, extremamente atencioso, esclareceu minhas dúvidas, apesar desse assunto, gens, ser um pouquinho complicado.
Ainda estamos engatinhando nessa área, tivemos muitos avanços, mas ainda é pouco e maioria da população não tem acesso a esses avanços.
Ele me sugeriu que fizesse um exame, mas o convênio não cobre, aliás quase nenhum.
Infelizmente, tenho chances maiores de reicindiva do mesmo, e terei também que ficar atenta aos meus ovários.
Paciência não é? Não sabemos o que vem pela frente, aliás ninguém sabe.
Essa doença é tão prepotente rs.... ela ataca justamente nossas células, somos formados por células, mas eu sou forte e luto, brigo e venço, ah, como não!
Falar que não ficamos chateados de " carregar" alguns traços em nossos genes estaríamos mentindo não é?
Mas,tudo tem seu lado bom, Com o cancer sofri demais, mas aprendi muito, fiz muitos amigos, descobri quem realmente se importa comigo e tenho experiências que podem ajudar a outras pessoas.
Estão vendo como tudo pode ter um olhar diferente? Em nenhum momento eu desisti de lutar, fico chateada, choro, grito, fico nervosa, mas me recomponho e sigo em paz! Sim, em paz, paz que vem do Deus que me ampara e sempre me segura pela mão.
O que mais me deixa triste é quando não tenho alguém para ouvir sobre meus medos, minha fraqueza, minhas incertezas, aí fico mal.
Encontro pessoas que me falam para pensar em outras coisas, concordo, mas o que não dá é para esquecer, minhas amigas do blog que estão passando por isso, sabem o que é nossa rotina: exames, marcadores, consultas, quimio, radio, alimentação, careca,sem falar na burocracia, essa vou deixar para falar outro dia, pois merece uma postagem só para ela.
Então, fazer de conta que não estou passando por isso seria como negar essa situação.
Sem máscaras, que venha o que vier, enquanto temos fé e força vamos lutando e sempre na esperança que dias melhores virão!
Abraços! Fiquem com Deus! Bjssssssssssssssssssssssssssss

sábado, 31 de julho de 2010

Linfedema

Ontem fui à uma palestra sobre linfedema no IOV( Instituto de Oncologia do Vale)é lá onde faço meu tratamento e como já falei outras vezes, nós pacientes contamos com uma equipe multidisciplinar que nos dá total apoio e muita informação sobre o cancer.
Toda última sexta feira do mês temos uma palestra sobre linfedema, também temos oficina com várias atividades, todas às quartas feiras.
A palestra a que fui foi ministrada pela Dra. Sílvia Rinaldi e Silva Matias, fisioterapeuta especializada na área oncológica há muitos anos.
Gostei muito da abordagem feita por ela, foi muito esclarecedora, principalmente dos cuidados que nós, mulheres que fizemos cirurgia de mama, precisamos ter.
Então resolvi postar um pequeno texto com algumas informações que aprendi lá:

O que é linfedema?
Trata-se de edema – acúmulo localizado de líquido – de origem linfática determinado por deficiência na absorção ou condução da linfa.
Os linfedemas podem ser primários – sem causa definida – ou secundários a inflamações, traumas, irradiações e cirurgias sobre gânglios linfáticos, sendo que o linfedema pós-mastectomia (L.P.M.) isso é o linfedema que pode ocorrer no braço após a retirada da mama para tratamento de um câncer da mesma, é um dos linfedemas mais comuns.
No norte e nordeste do Brasil pode ser devido à filariose, causada por um pequeno verme, a filária. Os lifedemas instalam-se habitualmente nos membros inferiores ou superiores.
É muito importante estarmos sempre atentas a inchaços na mão e nos braços o que requer que procuremos o médico ou o fisioterapeuta, mas devo ressaltar que o fisioterapeuta deve ter especialização nessa área oncológica, pois ele saberá o tratamento adequado, muitos fisioterapeutas não tem essa formação.
O linfedema não tem cura, mas com tratamento adequado ele pode ser controlado, portanto informação aliada a observação e exercícos diários ajudam e muito.
Muitas de nós já vimos alguém com linfedema no braço, eu particularmente já tinha visto, mas tinha pouca informação sobre isso, falando simploriamente´seria aquele inchaço, um braço maior que o outro, o que não só prejudica a vida diária da pessoa, mas também o lado emocional, por limitá-lo a uma vida normal, isso nos casos em que não há um tratamento ou quando o paciente demora a procurar ajuda médica.
Finalizando deixo aqui algumas orientações e cuidados para serem seguidos após a cirurgia de mama.

- Evitar verificar a pressão arterial, receber soro, tirar ou receber sangue, aplicar injeções, vacinas ou acupuntura no braço do lado da cirurgia;
- Evitar exposição excessiva ao sol;
- Manter a pele hidratada e limpa, usar desodorante líquido e sem perfume;
- Evitar traumatismo cutâneos( cortes, picadas de insetos, arranhões, queimaduras, retiradas de cutículas e depilação)
- Usar luvas de proteção para fazer atividades do lar;
- Evitar banhos muito quentes;
- Evitar apertar o braço do lado da cirurgia( blusas com elásticos, relógios, anéis e pulseiras)
- Ficar atenta aos sinais de infecção no braço;
- Evitar movimentos bruscos,repetitivos e de longa duração;
- Evitar carregar objetos pesados com o braço do lado da cirurgia;
- Realizar auto-massagem diariamente;
- Realizar exercícios de alongamento e aeróbicos diariamente;
- Realizar auto-exame das mamas, especialmente na mama contralateral.

Quantas orientações hein! Mas vale a pena seguir e na dúvida procurar o fisioterapeuta especializado, pois os exercícios que aprendi não tem como eu passar para vocês aqui.
Espero que tenha conseguido esclarecer um pouco sobre linfedema e aproveito para agradecer a iniciativa do IOV em realizar esse trabalho de prevenção, e também agradecer o trabalho das fisioterapeutas Dra. Sílvia Rinaldi e Dra. Carla Marzullo que fazem esse trabalho com muita competência e carinho!
Um abraço! Fiquem com Deus! Bjsssssssssssssssssssssssssssss

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Diversidade




Essas flores me lembram a diversidade, diversidade que Deus soube tão bem colocar na natureza. Existem tantas e tantas flores e nenhuma é igual a outra.
Isso me fez pensar em nós seres humanos, somos tantos e tão diferentes...
Cada qual com sua particularidade, com sua expressão, seu jeito de ser. E isso é que faz sentido.
Nesses dias obscuros pós quimio estive pensando nas pessoas, em suas histórias, e me deparei com tantas histórias bonitas, outras nem tanto, mas o enfoque foi em como cada uma dessas pessoas reiventaram suas vidas a partir disto.
O que move essas pessoas, o que faz ser um resignado ou um lutador, que força é essa que algumas pessoas tem? Uns dizem que é fé em Deus, outros superação, outros ainda sonhos....
Não cheguei a nenhuma conclusão definitiva, sei que a fé e o querer viver contam muito, mas existe algo maior nessas pessoas, só otimismo seria pouco demais.
Gosto da diversidade, acho que ela faz a vida ficar mais bonita, sem mesmices, colorida!
Meus amigos são exemplos dessa diversidade, tenho amigos de todos os credos, raça, cor, cada um à sua maneira acrescentam muito em minha vida!
Cada um lida de um jeito com a alegria,com a dor, a amizade.
Penso as vezes que a lição a ser aprendida aqui nessa Terra seja essa, a de aprender a conviver com toda essa diversidade de gente, gente de carne e osso, que ri, chora, cai, levanta, que é feita à imagem e semelhança de Deus.
" Amar ao próximo como a ti mesmo!" Não será esse o segredo?
Portanto amigos que consigamos viver de uma maneira em que o amor, e o respeito ao outro, sejam nossa maior bandeira, pois as diferenças, creio eu, foram colocadas pelo criador para que cresçamos espiritualmente.
Um forte abraço a todos vocês! Bjssssssssssssssssssssssssssssss